.: Conjuntura, emprego e remuneração foram à base da palestra do DIEESE

                Airton dos Santos do DIEESE foi o primeiro palestrante da Conferência Interestadual dos Bancários que esta sendo realizada em Suarão.

Entre os assuntos que o representante do DIEESE abordou foi à crise mundial, o crescimento da economia brasileira e as negociações coletivas. Segundo Airton a crise financeira segue forte no mundo, especialmente na Europa, aonde o desempenho das economias, que já vem mostrando grande disparidade nos últimos meses, tende a se tornar cada vez mais assimétrico. A China tem utilizado diversos instrumentos para controlar a inflação, como o aumento da taxa de juros, expansão dos depósitos compulsórios e restrição ao crédito. A mudança na estrutura de custos da China está afetando o aumento dos preços tanto de bens industrializados como das commodities. Sendo assim cresce o medo nos EUA de o governo ter que adotar a moratória da dívida pública, já que no mês de maio foi atingido o teto de endividamento permitido, de US$ 14,3 trilhões, o que poderia trazer conseqüências para a economia mundial, com elevação dos custos de endividamento, redução dos investimentos e aumento do desemprego.

Além disso, Airton disse que os grandes desafios do trabalhador hoje são baixos salários, empregados sem carteira registrada e o desemprego que em 2009 havia no Brasil 8,4 milhões de pessoas sem trabalho com registro em carteira.

 

Arquivo da Palestra apresentada pelo DIEESE.

Youtube

Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente
Reportar erro!
X
Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo.
O link da notícia será enviado automaticamente




Captcha:
Menu
Enviar e-mail para amigo
X



Captcha:
O link da notícia será enviado automaticamente